segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Grupos pequenos … relações fortes




Este é um post dedicado inteiramente a todos aqueles que fazem parte deste fabuloso grupo de pessoas que partilham o nosso blog. Desta feita vamos abordar uma tendência confirmada cientificamente no âmbito da abordagem sociológica.

“A natureza do envolvimento das pessoas umas com as outras mudou. Embora não haja provas de que hoje se relacionam menos, os seus laços recíprocos tendem a ser menos permanentes, menos fortes e no seio de grupos mais restritos”
(Francis Fukuyama – in - A grande ruptura)

A tendência confirma-se e de facto as pessoas tenderão a relacionar-se com menos pessoas, no entanto a natureza dessas relações vencerá ao nível da intensidade e da força dos sentimentos de união.

De facto, cada vez mais, ter muitos amigos ou muitas relações em aberto deixou de significar por si só o acesso à felicidade ou à união de esforços rumo à consolidação dessas mesmas relações.

Quantas vezes, nos apercebemos que as pessoas em quem podemos confiar se restringem a um número restrito e limitado. Habitualmente essas pessoas acabam por se manter na nossa vida pela intensidade da união, e pela forma como nos defendem em oposição a situações que se afiguram tendencialmente negativas para nós.

No caso do nosso grupo (o “people” que faz parte do universo do blog), é com imensa satisfação que verificamos que o grau de confiança se mantém, com tendência a aumentar. O futuro será o nosso indicador, mas queremos manter a intensidade.

A todos vós, os que fazem parte do nosso pequeno grupo … um bom início de semana e mantenham a chama.


Pedro e Paulita.

3 comentários:

nuno disse...

Contrariando um pouco a vontade de certas pessoas, aqui neste espaço, aparecem pessoas muito dignas, a começar com as duas pessoas que nos facultam e permitem frequentar este cantinho. Muitos são também aqueles que vêm aqui no intuito de destabilizar, de fazer graçejos e muitos felizmente que contribuem para que cada post aqui publicado pelo Pedro, possa ser comentado de uma forma séria, capaz e não fugindo á qualidade que ele já nos habituou. Este post é muito interessante pois mostra a todos nós, a capacidadee a obrigação de manter-mos aqueles a quem chamamos de AMIGOS, sempre do nosso lado. Não é novidade a amizade que muitos sabem existir entre mim e esta miúda fantástica que criou este blog. Muito para lá do virtual, esta amizade se tornou muito mais sentida á medida que se passaram os anos, os meses, os dias e até as horas. Tenho muito orgulho de ser teu amigo miúda, assim como ter uma amiga como tu. Não deixes que pequenos nadas estraguem o teu sorriso. Encara como sempre tens feito aqueles que são teus amigos e continua como até aqui sempre disponivel para eles. Dessas amizades vale a pena viver. Um grande abraço para todos os que aqui vierem, um abraço para o Pedro e para ti miúda aquele beijo especial que tu mereçes sempre.

Anónimo disse...

pedro adoro simplesmente a maneira como escreves,porque consigo sentir sinceridade nas tuas palavras.Nao te conheco pessoalmente mas estou apenas a adorar.......e ja agora as conversas nunca deviam ficar pelo meio pois e dificil saber o desfecho desta...beijos

Sílvia Vieira disse...

GRUPOS PEQUENOS...RELAÇOES FORTES...pois é Pedro como te entendo, eu tenho poucos amigos mas aqueles a quem dou esse estatuto são sem dúvida o meu maior tesouro...
..Leio à pouco tempo o vosso blog e nomeadamente os posts do Pedro (por ausência da Paulita), e considero que nós os leitores(amigos), é que temos que agradecer pela possibilidade de através das tuas palavras revermos em nós verdades, sentimentos, emoções...se de alguma forma fizer parte deste teu restrito grupo...peço que não mudes nunca, és um doce...
Beijito para o Pedro e outro para a Paulita que embora não tenha o prazer de conhecer, acredito que será uma pessoa especial...