segunda-feira, 21 de maio de 2007

FOI FEITIÇO

21 comentários:

Anónimo disse...

Eu é que não sei o que me deu! Mas gosto deste encantamento.Fiz do teu corpo o meu mar, mergulhei bem lá no fundo e esqueci-me do resto do mundo...

jorge disse...

Bonito tema do André Sardet, um rapaz de bom gosto. Palavras e música serenas e bem enquadradas. A imagem escolhida é sugestiva. Um bjnho. Jorge

Anónimo disse...

Vou esclarecer:
TU, que pensavas que me tinhas esmigalhado, torturado, espezinhado, definhado, bloqueado...ado...ado e ado....para seres um bocadinho como eu, precisavas de ter charme, postura, correcção, beleza, perfeição e encanto, atitude, figura e maneiras. Mas, ok, como uma gata tem 7 vidas, aconselho-te a começares já hoje a esmerar-te...hoin, hoin, hoin!!!!!

Anónimo disse...

Eu só sei dizer que oiço vezes sem conta André Sardet e esta música é de uma doçura imensa, sem mais palavras...ouvindo apenas...para dormir no embalo dela. (da música, claro, ah-ah-ah)

Anónimo disse...

Eu gostava de te dizer, que és uma luz, que nos ilumina a noite, nos encanta e nos seduz :))Bj

Anónimo disse...

Olá amiga. Desculpa a ausência. Tb gosto mto desta música, até dou por mim a cantarolá-la é mto bonita tal como a imagem com que a ilustras. Bom fim de semana. Um grande beijinho

Anónimo disse...

Bom de fim-de-semana, enquanto lá fora o vento sopra e a chuva cai, aqui a beleza impera, neste interessante blog.

Anónimo disse...

Faz-me um sinal qualquer - Se me vires falar demais - Eu ás vezes embarco - Em conversas banais - Fragil - Sinto-me fragil - :))

Anónimo disse...

Uma música que nunca passa... de cada vez que a ouvimos, uma recordação vem à tona da nossa memória. Lindo

Anónimo disse...

Amiga, que maravilha. Esta música traz-me recordações fantásticas. Dá-me vontade de ouvir e cantar vezes sem conta....doidices.... Beijocas e boa semanita.....Ah....bigada pla musica. A próxima será esta.....(invejosa)

Anónimo disse...

A foto,o texto a música é tudo. ando sempre por aqui mesmo que aches que não te visito. Somos tantas que por vezes nem eu sei quem sou!

Anónimo disse...

Um blog de um bom gosto extremo.Não é para agradar que o digo, mas sim porque realmente consegues aqui uma combinação de coisas que resultam num blog unico e raro Parabéns

Anónimo disse...

Olá senhora de mil blogs...:) A musica continua linda. Passei... para desejar um bom domingo, e mostrar um puco do meu novo post. -Aqui está parte do texto do meu post desta semana. - Pequena flor que dança no vento, Que teima dançar nesse momento, A valsa das mil e muitas dores... E largas lágrimas na brisa, Qual fonte bela de pedra lisa, Decorada com muitas flores... Uma semana serena. Beijos e um sorriso.

Anónimo disse...

(...Eu gostava de Olhar para ti, e dizer-te que és uma Luz...) e ver em todos aqueles que despertam agora para a vida mais valor, sentido de conquista, espírito crítico em relação ao que está mal... Interessar-se pela pátria e lutar sem deitar culpas para os nossos Mestres!!! Os nossos Mestres indicam o caminho mas não caminham por nós! Implicitamente neste comentário está a resposta e sugestão que dou a todo o jovem que se prepara para a vida. Um beijinho

Anónimo disse...

Feitiço


Eu hei-de
Tomar de ti, o coração
Fazer minha
A luz do teu olhar
Povoar
Os teus sonhos de paixão

Ser o porto
Onde terás de atracar…
Hei-de
Ser o Céu, no teu prazer
O enguiço
Que te há-de enfeitiçar

O arrepio
Que te dá gozo e faz sofrer
O terno abraço
Em que te hás de enlear…

E hei-de
Ser teu fruto preferido
Flor-de-lis
À pele do teu desejo
Um segredo
Atrevido em teu ouvido
E morrer
Em tua boca como um beijo!

Anónimo disse...

FEITIÇO O TEU MIGA


Eu gostava de olhar para ti,
E dizer-te que és uma luz,
Que me acende a noite, me guia de dia e seduz.

Eu gostava de ser como tu,
Não ter asas e poder voar,
Ter o céu como fundo, ir ao fim do mundo e voltar.

[Refrão]
Eu não sei o que me aconteceu.
Foi feitiço,
O que é que me deu?
Para gostar tanto assim de alguém,
Como tu.

2º verso]
Eu gostava que olhasses para mim,
E sentisses que sou o teu mar,
Mergulhasses sem medo, um olhar em segredo, só para eu
Te abraçar.

[Refrão]
Eu não sei o que me aconteceu,
Foi feitiço,
O que é que me deu?
Para gostar tanto assim de alguém
Como tu.

3º verso]
O primeiro impulso é sempre mais justo, é mais verdadeiro.
E o primeiro susto dá voltas e voltas na volta redonda de um beijo profundo.

[Refrão]
Eu...
Eu não sei o que me aconteceu.
Foi feitiço,
O que é que me deu?
Para gostar tanto assim de alguém,
Como tu...
Eu...
Não sei o que me aconteceu,
Foi feitiço,
O que é que me deu?
Para gostar tanto assim de alguém,
Como tu...
Como tu.

Anónimo disse...

Tal qual a lua você vem e some
E fico louco querendo encontrar
O mesmo brilho que já está tão longe
Em olhos que vejo e não consigo amar.

Triste e vago pela vida vou seguindo
Em companhia da saudade e solidão
Vendo que o céu que outrora foi tão lindo
Hoje é apenas nostalgia e escuridão.

O tempo passa serenando a amargura
E a tristeza de estar longe de você
Restaurando o que restou da desventura
Vou renovando a vontade de viver.

Novamente você ressurge reluzente
Como a lua prateada a iluminar
E te entrego meu amor literalmente
Porque nasceste só para me enfeitiçar.

Anónimo disse...

Claro que eu nao podia deixar de comentar este post.... vim tarde eu sei...mas sabes como é...ando entretida a abrir ruas agora lololololol
Nah a serio...MUITO OBRIGADO pela dedicatoria
fica bem beijinhos
agora sim dá gosto vir ao teu blog ver novos post....
Bela regra mesmo, concordo contigo!!!!

paulo disse...

Quero agradecer de coração a nossa amiga Paulita por esta maravilhosa música.

Ti dolo muito linda...

nela disse...

Serenata

(Cecília Meireles)

Permita que eu feche os meus olhos,
pois é muito longe e tão tarde!
Pensei que era apenas demora,
e cantando pus-me a esperar-te.

Permite que agora emudeça:
que me conforme em ser sózinha.
Há uma doce luz no silêncio,
e a dor é de origem dívina.

Permite que eu volte o meu rosto
para um céu maior que este mundo,
e aprenda a ser dócil no sonho
como as estrelas no seu rumo.

********

Linda Sexta para todos vocês!
Em especial para ti nina.
Beijos Nelinha

patrick disse...

EU TE TROUXE A FLOR DO AMOR.

É presente.
É simples.
É uma singela homenagem.
Lembrança.
O que seja, contanto que seja
recebida por teu coração
como fluído, excelente
doador de novas energias
e forças do Bem!

Recebe esta flor que vem
do céu. Transparente, bela.
Presente de um coração
que se preocupa contigo
e que está sempre ao teu lado
indicando-te o caminho do Bem!

Queres saber quem sou?
Chamo-me Amigo.
Anjo de Guarda do teu coração,
que conhece a fundo todas as tuas manias, segredos, baboseiras,
infantilidades, rompantes de generosidade.

Sou eu quem se preocupa
quando tu erras e te mostra
paciêntemente, o caminho de volta,
o refazer das coisas
no momento apropriado.

E a flor que te trago, é a Flor da Amizade.
Surgida no coração que te ama como eu te amo , como se ama a um filho ou filha.
Como se ama um amigo querido
com o qual me preocupo
e procuro auxiliar.

Recebe então, amiga do peito,
a flor que tem jeito de flor do coração,
pois encontrarás dentro dela
um perfume diferente,
um cheirinho de amizade
que encantará teu coração!
Abraços de teu amigo.