segunda-feira, 28 de maio de 2007

UMA VIDA SEM SENTIDO


Ao longo dos tempos, nós simples mortais, que dedicamos toda uma vida em função dos outros, paramos, pensamos e questionamo-nos: “ Que vai ser de mim? Que fiz ao longo desta vida que hoje me possa trazer saudades, alegrias, vontade de seguir em frente? “ e a resposta, por mais que nos faça doer, acaba sempre por chegar, de mansinho, de modo suave, sem causar muita agitação: “ NADA”.
E é mesmo verdade, salvo raras excepções, muitos de nós, podemos olhar para trás e dizer: “ Se fosse hoje faria tudo igual ”, não eu não faria nada igual. Viveria ainda mais intensamente a minha infância. Namoraria muito mais do que namorei, seria alguém que aproveitaria muito mais, todo o saber e experiência que a escola nos transmite. Não alteraria duas coisas, o nascimento das minhas filhas. Ao longo dos anos que se seguiram, em muitas coisas eu errei, errei em querer transformar o mundo em algo melhor, errei em muitas amizades que sempre aparecem e gostam de subir na vida, há custa dos outros, em acreditar que qualquer pessoa que nos aborda e diz ser “amiga”, pode estar a ser falsa, errei em dar incondicionalmente muito de mim, a quem afinal não merecia nada. Daí que decidi, tocar a minha vida para a frente, pensar primeiro em mim, depois nos outros, não dar a mão assim logo há primeira, estudar as pessoas que se aproximam e ver se devo ou não dar-lhes a minha amizade. Aproveitar aquelas amizades que me fazem sorrir, que me transmitem paz, que me trazem muito apoio nas horas mais difíceis da vida. E por isso, depois de termos estado tanto tempo ao telefone e tu, teres-me dado aquele empurrão, decidi escrever-te isto: “ Temos uma vida tão igual e ao mesmo tempo tão diferente. Tu passaste por umas coisas, eu passei por outras mas estamos no mesmo patamar. Daí que e aí sim, tens razão mudar o que está mal digamos que é impossível, mas começarmos uma nova fase é algo que me entusiasma muito e vou fazer isso mesmo, conto com a tua ajuda, com o teu apoio e com a tua mão para me levantar se eventualmente vier a cair. Nunca te esqueces das minhas dificuldades, das minhas limitações, mas apostaste sempre nas minhas capacidades. E isso é muito bom. Em cada hora estás ai e falamos, longas horas ao telemóvel assim como longas são sempre as nossas conversas. Por tudo isto obrigada, não por gratidão mas por te saber sempre a meu lado, por me veres chorar, por me sentires em pânico tanta vez. Desculpa senti uma enorme vontade de escrever este post dedicado a ti. Mesmo sabendo que irás sorrir e dizer não valia a pena”. Mas sim para mim, valeu a pena, tanto a tarde de hoje, como quando nos conhecemos ali tão perto do mar e do céu, como outras que passámos a falar, rir e garantidamente te posso dizer, tudo vai mudar. Vai ser a tal volta de 360º, a partir deste mesmo intânte, fica aqui a promessa, já feita e para ser cumprida acredita. Que seria de mim sem ti? Hoje apareceste-me na hora certa. Há histórias imortais, Há momentos eternos, Há factos inesquecíveis, Há vidas que não se apagam, Há imagens permanentes, Há pequenos nadas tão importantes...
Um grande beijinho e jamais te esquecerei. Paulita.

70 comentários:

Anónimo disse...

Lindo lindo lindo

Pedro

Anónimo disse...

E tudo o vento leva num silêncio amargurante. A angustia de quem não sabe o que fazer nem como fazer, nem mesmo se o pode ou deve fazer. Certo é um tremendo alheamento, uma escapatória inexplicável sobre algo que não se conhece. Procuram-se respostas no meio da solidão de telefones desligados e chamadas recusadas, enfim noites sem sono porque alguém sofre ... vidas quotidianas e corações apertados por se querer apenas saber se do outro lado alguém está bem.

cristina disse...

Se queremos progredir, não devemos repetir a história, mas fazer uma história nova. (Gandhi)

Muitas beijocas Paulita
Crista
http://minhadieta.blog.com/

nuno disse...

VIVER NÃO DÓI

Definitivo, como tudo o que é simples.
Nossa dor não advém das coisas vividas, mas das coisas que foram sonhadas e não se cumpriram.

Por que sofremos tanto por amor?
O certo seria a gente não sofrer, apenas agradecer por termos conhecido uma pessoa tão bacana, que gerou em nós um sentimento intenso e que nos fez companhia por um tempo razoável,
um tempo feliz.

Sofremos porquê?
Porque automaticamente esquecemos
o que foi desfrutado e passamos a sofrer pelas nossas projecções irrealizadas, por todas as cidades que gostaríamos
de ter conhecido ao lado do nosso amor e não conhecemos,
por todos os filhos que
gostaríamos de ter tido juntos e não tivemos, por todos os shows e livros e silêncios que gostaríamos de ter compartilhado,
e não compartilhamos.
Por todos os beijos cancelados,
pela eternidade.

Sofremos não porque
nosso trabalho é desgastante e paga pouco, mas por todas as horas livres que deixamos de ter para ir ao cinema, para conversar com um amigo, para nadar, para namorar.

Sofremos não porque nosso clube perdeu, mas pela euforia sufocada.

Sofremos não porque envelhecemos,
mas porque o futuro está a ficar mais curto para nós, impedindo-nos assim que mil aventuras nos aconteçam, todas aquelas com as quais sonhamos e nunca chegamos a experimentar.

Como aliviar a dor do que não foi vivido?
A resposta é simples como um verso:
Se iludindo menos e vivendo mais!!!

A cada dia que vivo,
mais me convenço de que o
desperdício da vida
está no amor que não damos,
nas forças que não usamos,
na prudência egoísta que nada arrisca e que, esquivando-se do sofrimento, perdemos também a felicidade.

A dor é inevitável.
O sofrimento é opcional.

(Carlos Drummond de Andrade)

maria disse...

Difícil: Dor inevitável/ sofrimento opcional… E doi muito! olha que apesar da minha frieza aparente, doi e doi mesmo… o sofrimento… aprende-se a disfarçar…
Sabes bem que esta situação se passa comigo e sempre me deste coragem.
Sendo assim não pode agora faltar-te a ti linda. Um beijo.

angela disse...

A dor psicológica é mais dificil de aguentar do que a dor física! Por vezes, uma dor de cabeça pode passar com uma simples aspirina enquanto uma dor de viver magoado, não há comprimido que lhe valha!Bom resto de fim de semana, Beijinhos!

ana disse...

Quando alguém nos quer tornar igual á imagem que tem de nós dentro da sua cabeça, só temos duas vias:
Ou abanamos a cabeça e nos tornamos cachorrinhos e dizemos que sim a tudo, ou dizemos não e provamos que somos pessoas com a nossa própria personalidade. Tu optarás sempre pela 2ª via. Um beijo.

teresa disse...

"RESPEITAR AS OPÇÕES DO OUTRO, EM QUALQUER ASPECTO, É UMA DAS MAIORES VIRTUDES QUE UM SER HUMANO PODE TER”

ninita disse...

Reflectir sobre o amor verdadeiro. O mais importante é como colocamos que mesmo o amor entre um homem e uma mulher, deve estar baseado no amor universal. Entendo esse amor, como o sentimento que nos une ao universo e se estende, a todos os seres, como o mais sublime desejo de que todos alcancem a libertação, a paz e a felicidade.

manuel disse...

AMOR VERDADEIRO

“O que é o amor?” Acredito que todos já se perguntaram alguma vez na vida.
Quando somos jovens sonhamos com um amor ideal, um amor romântico. Muitas vezes passamos a viver em função desse amor.
Quando acreditamos encontrar alguém que nos poderá fazer feliz, projetamos as melhores qualidades nessa pessoa. Apaixonamo-nos por uma imagem idealizada que nem sempre corresponde à realidade. Então, pode acontecer de irmos de encontro com ela.
Podemos sofrer desilusões, passar noites sem dormir, chorar com a solidão e sentir as piores dores. Acreditamos amar de verdade, quando tudo não passa de obsessão. A mais pura necessidade de alimentar o ego com a certeza de que somos amados.
Muitas vezes acreditamos que para nos sentirmos especiais é necessário ter uma pessoa que nos faça sentir especiais. Às vezes, é necessário estar só para percebermos nosso próprio valor, e assim não ser mais tão dependentes.
A verdade é que muitas vezes confundimos o amor com a necessidade de amar e ser amado, e com o apego, que se traduz no sentimento de posse e no desejo de controlar.

fernanda disse...

Olá Paulita:
muito bom este post sobre o sermos nós mesmos; na minha opinião há ainda uma outra coisa, que as pessoas confundem com amor que é a luxúria. O amor verdadeiro é um sentimento que muito poucos, conhecem, caso contrário não haveria tantos divórcios, nem casais discutindo o tempo todo. No amor verdadeiro não há lugar, para cobranças, desconfianças e ciúmes. É o dar por dar, porque amor é isso mesmo, dar sem esperar nada em troca. Certo, é MUITO difícil!
Boa semana!

fátima disse...

Isso mesmo, linda!
O amor verdadeiro é uma relação de partilha, confiança e respeito mútuo. Quando há servidão, já não é mais amor, e sim apego.

Um abraço

cristina disse...

É impressionante como procuramos um ideal de perfeição para nos relacionarmos!!!!!!! Temos a tendência para acreditar, que só o perfeito tráz felicidade e plenitude. Esquecemos que as falhas e erros são importantes para um crescimento conjunto, o qual tráz prazer e conhecimento próprio.

Acho que a pior fase pela qual passamos, não é descobrir que o par perfeito não existe, mas quando percebemos que não somos bons o bastante para "ele"

helena disse...

o amor é a viddaaaaaaaa em si.

alexandra disse...

No meu conceito, para amar é necessário que se tenha vida própria interior, social e laboral. Tem de haver independência emocional, tem de haver amor-próprio, tem de haver dignidade.
Só quando uma pessoa se respeita, a si própria, como pessoa pode respeitar o outro como individuo independe, com desejos, e necessidades diferenciadas das nossas e dar-lhe espaço para se desenvolver.
Amar é acolher o outro na nossa vida e alargá-la de maneira a que haja duas no contexto de uma.
É tratar o outro, como nos tratamos a nós. E por isso é tão necessário que haja amor por nós próprios e respeito nosso, para com as nossas ideias, necessidades e desejos.
Não, não é egoísmo.

isabel disse...

Oh lindinha!
Conheces a canção: "ne me quitte pas", era só para ilustrar o que para mim não é amor.
Cá vai a pergunta indiscreta que se impõe: há só atracção?
Só as respostas são indiscretas.
Pode-se viver sózinho mesmo gostando de outro.
A mim ensinaram-me, em casa, que casar era uma guerra aberta para ver quem dominava quem.
Consegui desaprender.
Um beijinho.

paula disse...

Minha querida Paulita:
Eu digo exactamente o contrário, daquilo que muita gente pensa.
Eu acho que ninguém faz parte do outro, se amar verdadeiramente.
Fazer parte um do outro são projecções, e não sei a duração delas.
É o meu ponto de vista, evidentemente.

paula marques disse...

Querida Ana:
Esse encontro, "simbiótico" do qual não sabemos quando começa, dá-se por alturas da paixão. Mas a paixão evolui e se não evoluir para um amor adulto a relação acaba. Começa por se esgrimir pela posse e acaba-se a discutir o poder.
A maior parte das discussões entre casais, tem a ver com poder e posse.
Nunca fui indiferente ao Casablanca, e também (quase) me identifiquei com o Roland Barthes.
Mas minha querida, isso tem a ver com a educação e com a cultura que existe para mulheres e homens.
Mas somos pensantes! E quanto a mim defenimos a nossa vida.
Beijinho.

miguel disse...

O verdadeiro amor nunca combina com palavras como cedência, egoísmo,etc. È uma coisa que fluí naturalmente e sem complicações.
Beijos.

zita disse...

Ao contrário de muita gente, eu acredito no amor, porque amei e só muito depois deparei-me com o que narras aqui: a não valorização pessoal num casamento sem cumplicidade, tornando-se num monólogo e por vezes sentir o que é não ser amada.
Há quem não acredite no amor mas a sua forma que enfrenta a vida é a vivência do amor à sua maneira!
Para muitos o sexo é o factor principal, para outros é o complemento de uma cumplicidade a dois, de sexos diferentes ou do mesmo sexo, que respeito totalmente da mesma forma!
Os da minha geração ainda se sacrificavam (que grande parva que fui) e abençoados os após que...não estás bem? Fora!!

Tal como o sol, a lua, as estrelas, o mar...O AMOR...tem tonalidades sentidas bem dispersas e diferentes!

Com tudo isto...o que é o AMOR???? não sei :):):):):):):)

Adorei o post.

beijos

marta disse...

Amor/amar é de dentro para fora...

"antes de mim, vem eu mesma!"

x)

bjocas Marta!

Anónimo disse...

Opinião Masculina
Compartilhar um espaço, a vida e a cama com quem antes era "apenas" seu namorado, parece ser uma idéia de gênio, mas na prática, pode ser fatal. Para evitar alguns os conflitos, veja o que os homens esperam de uma união estável.
Da rotina dos encontros algumas vezes por semana, vocês passam a viver juntos todos os dias. No começo tudo é novidade e existe um clima de encantamento, mas logo surgem os "probleminhas".
O que aconteceu? Por que a relação mudou tanto? Por que ele não está contente? O que está faltando? As melhores respostas para todas estas perguntas só mesmo ele pode lhe dar, no entanto, algumas dicas sempre ajudam.
Há lógicas diferentes, dependendo do caráter de cada homem, mas alguns pontos podem ser considerados genéticos e a probabilidade deles estarem em seu parceiro é alta. Veja a seguir os mais importantes.

Ele espera que...
- você continue sendo a mesma pessoa que ele conheceu, aquela mulher pela qual ele se apaixonou;
- a vida sexual de vocês seja tão intensa (ou mais), comparada com a época em que não moravam juntos;
- sua liberdade não seja atingida. Ele quer seu espaço e não deseja, de forma alguma, abrir mão do convívio com os amigos;
- você seja tão divertida e espontânea como antes;
- a casa, sua decoração e as tarefas domésticas não se convertam nos temas principais das conversas;
- você não fique parecida com a mãe dele. Que não deixe de presenteá-lo e que não o trate como se fosse seu filho;
- haja paz e estabilidade, eles odeiam broncas e discussões;
- principalmente, haja continuidade nos sentimentos que existiam entre vocês no início do namoro.

zn disse...

Olá, minha doce amiga. Amar... havia de ser obrigatório... beijocas e bom resto de semana.

quim disse...

Olá amiga. Venho fazer uma visita, Amar e ser amado.. Dificil nos dias de hoje! Párabêns por essa decisão e coragem ao amor. Que este dia, seja o primeiro do teu murro sob a mesa. Boa semana. Beijos e um sorriso.

pachi disse...

Se uma simples música te faz cantar, se um simples abraço te faz sentir melhor, se um simples beijo te faz mais feliz... espero que o meu "olá" te faça sorrir! Beijinhos ** Pachi ** Gostei muito do teu cantinho.. passa no meu também :)
Adorei o teu post, é mesmo assim que se deve fazer, deitar fora aquilo que nos aperta o coração.

sofia disse...

Pois é meu doce olhar, todos os dias deviam de servir para amarmos e sermos amadas. Todos os dias deviam ser dias dias especiais. Cabe-nos a nós tentarmos que isso aconteça. Todos temos de aprender a amar, acima de tudo amar é respeitar o outro ser. Amiga querida, o texto que escreveste, ilustra muita coisa.Penso que te retratas integralmente nesse post. Beijos grandessssssssssssssssss pás Ninas:-)))))

lilia disse...

O que há de errado? Se ainda existe amor, mesmo que morno, existe uma chance. Não desistas tão fácil se não deu certo MUDE!!! De atitude e não de marido!
Palavras ditas por ti, lembras-te???????????

luis disse...

Tenta viver a tua felicidade. Não deixes que outras pessoas vivam por ti. No começo tu poderás sofrer, com as tuas escolhas, mas a vida passa rápido e não aproveita-la e perda de tempo!

luigi disse...

Isto pode acontecer com qualquer um de nós, é perfeitamente normal, o problemas é que niguem tem coragem de contar como tu tiveste ,PARABÉNS por teres a coragem de expôr os teus sentimentos.

paulo disse...

because of thiss....(you)


De que adianta ter toda a luz, se voce gosta de viver na escurudão?

..e eu me apago por isso... =\

Anónimo disse...

A pior coisa que existe é esperar uma coisa que nunca vai chegar..
É saber que nunca vai ter uma coisa e juntar mil recursos e razões para a ter!
É tentar convencer um mundo inteiro de que tudo isso não é nada de mais..
e convencer o seu mundo de que esse "nada de mais", um dia se vai tornar o seu todo!
É ver que o sofrimento virou uma rotina.. é sentir como se voce não pudesse viver sem essa dor..
É olhar para trás e sentir que tudo vai melhorar.. mas ver que a cada dia voce se afunda mais!
É ver que a única força que voce tem te empurra cada vez mais para baixo!
É querer gritar mas sentir como se todos te calassem porque voce não tem porque falar! Voce não tem porque reclamar! Voce escolheu isso! Voce se propõe todo dia a passar por isso e ainda quer falar?! Quando quer que os outros te entendam? Te ajudem?

Porque voce troca dias de tranquilidade por 5 minutos de alegria? Se voce sabe que os dias que vêm são torturantes?
Porque voce se faz de forte se na verdade o que voce quer é gritar, e não grita porque voce não consegue! Porque voce sente como se isso te fortalecesse mas na verdade só te faz mais fraca!

Porque voce se propõe a passar por coisas assim, sentir como se seu coração fosse explodir.. e na verdade até quer que ele exploda, porque quem sabe assim alguma coisa muda, quem sabe assim voce pára de sentir isso..
Porque voce parece que gosta de sentir essa dor? Por coisas que nem ao menos se importam com a sua existência.. com o que voce pensa!

Porque voce, se importa tanto com quem só quer ver voce sofrer?! Porque isso se torna um prazer para isso..!
Porque voce quer ver isso sorrindo se voce chora, logo em seguida? Porque te faz tanto mal ver isso se sentir mal, se isso te faz se sentir a pior a cada vez que finge ser o que voce tanto quer! Que finge se importar com o que voce vê, sente, com as lágrimas que voce deixa cair a cada decepção.. que na verdade tem vontade de juntar todas e toma-las, brindando mais um "troféu".. mais um que isso consegue enganar, destruir!

Porque voce respeita o que nem sabe o que é respeitar? .. Porque voce acha que merece respeito se voce só respeita o que nao tem respeita.. e deixa de respeitar a si mesma... sendo que só voce está do seu lado! Sendo que ninguém mais está junto de voce, sendo que ninguém sabe o que significa sentir essa dor!

Ninguém entende porque voce considera esta coisa uma felicidade.. ninguém entende, porque voce troca mil coisas por essa coisa!
Porque é dificil entender como a felicidade faz sofrer.. porque é impossível entender porque voce gosta de uma coisa que faz voce querer morrer... ou melhor, AMA!

Porque voce não consegue viver sem uma coisa que te mata?! Porque o teu coração bate por uma coisa que quer acabar com ele?!

O mundo nem percebe o que voce sente.. mas voce sabe o mal que faz a si mesma... mesmo assim voce insiste em escrever e ouvir musicas que te mostrem, como as pessoas com quem voce fala, o quanto voce se torna tola a cada dia que passa.. e mesmo isso te tornando forte para certas coisas, te faz não conseguir levantar e procurar novos caminhos!

Voce faz ganhar, sabendo que perde um pouco de si a cada vitória dele...

Anónimo disse...

Procurei-te
Hoje apeteceu-me correr para ti
Aninhar-me ao teu colo
Pedir-te um mimo e consolo!
Esconder estas lágrimas do mundo!
Deste mundo que não as entende
Que não as acaba

Hoje, só hoje, senti que hoje já podia ser tarde
Tarde para te procurar
Tarde para te pedir um mimo
Tarde para te mostrar o que restou de mim!

Procurei-te! Não te encontrei!
Procurei-te no rosto dos mais amigos!
Nos rostos dos desconhecidos!
Nos rostos que se cruzaram comigo!
Não te encontrei! Não te vi! Ou talvez, não te quisesse ver!
Talvez te tivesses escondido de mim por tudo que nunca te dei!

Então guardei todas as lágrimas que encheram os meus olhos!
Guardei todas as mágoas que parecem cada vez menos caber no meu peito!
Guardei-as não sei para quê! Não as soltei não sei como!
E não sei por quanto tempo a armadura vai resistir!
Não sei se valerá a pena voltar a procurar-te…

Anónimo disse...

Demasiado tarde
Demasiado tarde!

São estas as palavras mais tristes de qualquer língua!

Demasiado tarde para ir, para mostrar, para partilhar, para dividir, para dar. Demasiado tarde para mudar, para melhorar, para corrigir, para desculpar, para pedir desculpas. Demasiado tarde para amar, para dizer que se ama, para dizer que nunca se deixou de amar. Demasiado tarde para sorrir, para falar, para sentir, para ficar, para tentar…

Sempre demasiado tarde…

Anónimo disse...

Não vai embora...
Um dia acordas com as lágrimas nos olhos
Anseias um abraço e uma palavra amiga
Fechas os olhos e escondeste do mundo
Sentes que deste o teu melhor e mesmo assim
Senteste fracassada!

Senteste julgada por um crime que não cometeste!
Por um pecado que não é teu...
Sentes o coração pequeno
E sentes que fraquejas!

Procuras conforto! Aquele que deste sem te pedirem!
Mas nada é suficiente...
Nada te mostra que o teu lugar é aqui
Tudo que te dizem é pouco...
Nada te chega ao coração!

Então ficas na cama...
Passas a tua vida em revista...
Descobres os teus erros
As alegrias parecem muitas!

Mas aquele aperto não vai embora!
Não devia existir!
Mas existe! Mas aperta!
E nada te tira do pensamento que o teu lugar não é ali!

Anónimo disse...

Momentos
Já te tinha contado, mas hoje vou repetir…

Não acredito nessa facilidade, não acredito que se vire a página e que amanhã se comece tudo de novo como se não tivesse havido um ontem …

Não acredito que consiga apagar da memória momentos, imagens, palavras e confissões…

Não acredito que o que foi ontem, não seja amanhã…

Não acredito em ti e no que me dizes… Ou prefiro não acreditar…

Mas de todas a promessas que te fiz, esta irá ser a mais verdadeira de todas, não me vou esquecer de cada minuto e de cada palavra…

Anónimo disse...

Só Hoje
Hoje chutei a tristeza para canto...
Vou ser feliz e convencer-me à força toda que também mereço...
Nada, ou quase nada mudou...
Pouco ou nada posso fazer para que mude...
Por isso, só hoje, vou mentir a mim mesma e convencer-me que afinal sou muito feliz!!!
Pode ser que resulte....
Cada vez que me apetecer fugir, vou repetir para mim mesma que aqui estou bem
Que em lugar mais nenhum serei tão feliz, como sou aqui, agora e hoje !!!

Anónimo disse...

"É verdade que não podemos encontrar a pedra filosofal, mas é bom que ela seja procurada. Procurando-a, encontramos muitos segredos que não procurávamos."

tina disse...

"Não se ama sempre aquele que se respeita, mas respeita-se sempre aquele que se ama."

Anónimo disse...

"A liberdade consiste em fazer tudo o que não prejudica os outros."

luis santos disse...

"Podes não ter o mundo nas tuas mãos, mas podes ser o mundo de alguém."

Z disse...

"Solidão é quando o coração, se não está vazio, sobra lugar nele que não acaba mais."
UM BEIJO ENORME.

Anónimo disse...

"A verdadeira coragem está em fazermos sem testemunha o que seríamos capazes de fazer diante de todo o mundo."
(La Rochefoucauld)

Anónimo disse...

"Geralmente se queres que as coisas mudem tens de as mudar, e muitos de nós não queremos assumir a responsabilidade. Por isso não fazemos nada, e arrastamo-nos em situações insatisfatórias, esperando pela magia, que não acontece."

vitor disse...

Casamento é...



"Casamento é um relacionamento a dois, no qual uma das pessoas está
sempre certa e a outra é o marido."

Diz lá que não sou um Krido...
Bjinhos
Vitor

cristina carvalho disse...

" Deus, na sabedoria, criou o amigo.
Alguém em que se possa confiar, um amigo fiel que nos compreenda,
e nos estenda sempre a mão para ajudar.

Ele sentiu que precisaríamos de alguém,
que nos confortasse quando estivéssemos tristes,
cuja especial ternura e sorriso feliz,
nos fizesse sentir que vale a pena viver.

Alguém com quem dar um passeio,
compartilhar um livro ou um segredo.

Bater-papo ao telefone, mas que também,
perceba nossa necessidade de estar algum momento a sós.

Em resumo, Deus criou o amigo para ser
alguém que sempre nos alegramos em rever.

Existem poucas coisas que Deus possa nos dar
que signifiquem tanto como um bom amigo. "

Mil beijos minha amiga e muito obrigada.

GREEN HILL disse...

Para se animar:

OLÁ Ana Paula

DEPOIS DE UMA DAS MELHORES FESTAS DE ANIVERSÁRIO NOS ÚLTIMOS ANOS...A GREEN HILL NÃO PÁRA...E É JÁ NO PRÓXIMO SÁBADO, DIA 02 JUNHO.

WE NEED TO DANCE !!!

@

GREEN HILL....

NÃO FALTE Á ABERTURA DE PISTA 1 !!! - VÁRIOS GRUPOS DE DANÇA / VÁRIOS DJS..A MELHOR ANIMACÃO DO PAÍS..

TODAS AS SEXTAS AS FAMOSAS - QUEENS NIGHT - ENTRADA LIVRE E 3 BEBIDAS DE OFERTA - UMA NOITE ÚNICA DEDICADA A TODAS ELAS...

ATE LÁ

CONTAMOS CONSIGO...

SAUDAÇÕES GREEN HILL

josé carlos disse...

Quando era mais jovem, queria tanto ser aceite por um determinado grupo de amigos, que acabava por esquecer quem verdadeiramente gostava de mim e, na prática, me fazia mais feliz. Acabei muitas vezes por sentir o vazio que era estar com esse grupo de pessoas que, socialmente eram fantásticos, mas particularmente, um desastre. Hoje sei que teria sido bem mais feliz se tivesse deixado, mais cedo, de tentar aproximar-me de quem não gosta de ninguém, a não ser de si mesmo (e não estou muito certo desta última...). Será que o mal não está no tipo de pessoas que se procura? Se mentalmente existe uma lista de requisitos para a pessoa que será a ideal, há que rasgá-la e dar oportunidade a que outros diferentes nos façam felizes! Se não se mudam as formas de abordagem dos problemas, os resultados também se mantém e as decepções sucedem-se. É como um gato que tenta entrar no buraco de um rato: é inútil; O rato vai comendo o queijo e o gato se não trata de redireccionar o alvo e ser bonzinho para a dona, para ver se esta lhe dá um pratinho de leite, fica a miar com fome. Moral da história: mudando o target às vezes encontram-se soluções fantásticas! :) bjs...diferentes! ;)
Se vires que tal miga muda de target.

catarina disse...

Compreendo e concordo com todas as palavras que aqui deixas-te. Muito pouca gente, merece a nossa luta, um simples sorriso, um gesto, um amor de verdade. Eu deixei de acreditar porque todas as histórias, porque passei foram quase todas semelhantes e ao ver que dava sempre tudo ou quase tudo, mas pelo menos dava o melhor de mim e era em vão. Decidi que de agora em diante dificílmente me darei. Dificílmente, acreditarei que existe ali, um amor para mim! E olha que sou feliz assim, na solidão que me fala ao ouvido, mas que não me magoa... Grande beijo

angie disse...

Palavras sinceras...k só kem passa pelo mesmo, sabe sentir cada sentimento como tu....encontrei o teu blog por acaso....numa peskisa...mas gostei...e dou-me ao atrevimento de cuscuvilhar todos os dias....espero k um dia possamos acreditar k nem todas as pessoas são erradas...é isso, k nos faz continuar a sonhar...não percas esse sonho....bj fica bem ***

titia disse...

Tu tens um coração do tamanho do mundo...e talvez por isso nunca respondes na mesma medida!Mas era isso que ele merecia! Não lhe dês esse gostinho...não baixes os braços, e continua a acreditar(em ti)!!b'jinhos,fica bem.

TEREZA disse...

Mudar o rumo e apontar agulhas nouto sentido não é fácil, mas algum dia temos que o fazer. um abraço amigo.

raquel disse...

Olá Paulita, há muito que não comentava aqui no teu espaço, mas acredita que passo sempre por cá. Vou tentar explicar este comportamento, através de uma pequena história. “ Uma vez na margem de um rio, estava um escorpião encurralado pelo fogo que descia a encosta da serra e rápidamente se aproximava dele. O escorpião, para não morrer queimado estava prestes a suicidar-se, com o seu próprio veneno, nesse instânte avistou uma rã que nadava para a outra margem e pediu socorro há pequena rã, mas a rã respondeu, -NÃO POSSO IR AÍ QUE TU MATAS-ME – resposta do escorpião – AJUDA-ME, POR FAVOR, VOU MORRER – assim a rã com pena, vai junto dele e diz-lhe, -VÁ LÁ, SALTA PARA AS MINHAS COSTAS, EU AJUDO-TE. - A pequena rã, nadou pelo rio fora e chegando á outra margem o escorpião, ferra com o espeto á pequena amiga. O batráquio, sentiu-se traído, prestes a morrer diz a rã –TU JURASTE NÃO ME ATACAR, PORQUÊ É QUE FIZES-TE ISTO? - Responde o escorpião – É A MINHA NATUREZA, DESCULPA. - “ Uma beijoca para ti da Raquel, é a Natureza.

pedro mm disse...

ESTA ÉS TU:
*.* . (\ *** /) *. *.*.*..** .
.* . * ( \(_)/ ) * * .**.*. * .
.* . * (_ /|\ _) . * . * .* . * .
.* . * . /___\ * . . * * . * . *
* . * . * . . * . *.*. * . * . *
* .* . * . * . . ** . * . * . *
Um beijo:

rui disse...

Quantas vezes rimos, quando nos apetece chorar?
Quantas vezes damos coragem quando precisamos tanto dela?
Quantas vezes damos carinho desejando no fundo receber o mesmo em troca?
Quantas vezes amamos querendo apenas odiar?
Quantas vezes levantamos os olhos para o céu, apetecendo apenas enterrá-los entre as mãos e deixar de sentir?
Quantas vezes vivemos, quando só nos apetece morrer?
Quantas vezes matamos o que queremos que viva?

Anónimo disse...

A tua coragem perante tantas intempéries da tua vida, só prova que, além de seres uma grande MULHER, és também exemplo. Que nunca deixemos de lutar por dias melhores, mesmo que tenhamos de levar a maior pancada. Beijinho.

danni disse...

O teu texto exprime em voz bem audível o que tantas vezes senti nos últimos meses. A palavra de ordem é mesmo essa... CORAGEM...porque quem consciente ou inconscientemente nos deixa em baixo, só o consegue fazer até ao limite que nos permitirmos. Chega a um momento da nossa vida em que dizemos BASTA! Eu cheguei a esse momento e tu também... porque ser mulher nunca foi, nem nunca será, sinónimo de sexo fraco! *Jinhos e FORÇA!!!

NINA disse...

Olá! Ñ basta querer mudar. Eu quero mas ñ consigo, e o pior de tudo é q sei q nc vou conseguir E fui sp daquelas q achava q ser forte, corajosa, e sem medo. Bastou asneirar uma vez e logo m reduzi à m insignificância de medricas e cobarde. Tenho medo de perder tudo e qd digo tudo ñ falo só das coisas bonitas q nos fazem boas pessoas, tenho medo tb de perder as comodidades da vida. Com muita dor à mistura ñ consigo deixar de pensar q me desiludo diariamente e sobretudo pq sp m achei muito melhor. ... A m pergunta é apenas e só ...pk? Fica bem e continua forte e exemplar!
GOSTAVA DE SER COMO TU....

euzinha disse...

Olá miguinha, mais um texto daqueles... muito bem. Mas o que é a coragem afinal? o que nos torna diferentes em determinados momentos? o que nos faz avançar, quando a tristeza e o cansaço a tristeza, nos dizem para, parar? por vezes não será falta de alternativa? de qualquer forma é bem verdade que nem todos sentimos e respondemos ás situaçoes da mesma forma, como gostaria de ser assim audaz, sempre, sempre... a verdade é que nem sempre fui . e é um remoer que fica por dentro que doí e por vezes entristesse e envergonha. Outras vezes fico a pensar como fui capaz e é um contentamento e um rejubilar interior tal que o melhor mesmo é olhar o receio ou o medo de frente e dizer, estou aqui, á tua espera, e quer venhas ou não, ficarei no meu posto e continuarei a viver. beijinhos

Anónimo disse...

Ora viva Cara Ana... Prezo em saber que é uma mulher corajosa, e partilho quase por completo com o seu manifesto. O sacana que lhe escreve, acredita em si próprio e que o individuo possui a força necessária para enfrentar tudo e todos. Não acredito em manobras de diversão, que nos iludem e nos castram a possibilidade de lutar... não acredito na fé em que os outros teimam em acreditar; não preciso da religião onde quase todos buscam a salvação; não quero aceitar aquilo que não posso dar; não me indiquem o caminho quando não sabem para onde quero ir; não me dêem palmadinhas nas costas ou arriscam-se a levar um murro nas trombas; não escolham por mim pois nem tudo me serve... Por vezes é preciso dizer não, mesmo quando pensamos que sim. A coragem está em decidir, antes que decidam por mim. Cara Ana, gostei imenso do seu texto e espero que nunca lhe falte a coragem... e porque não: a força. Um abraço... SHAKERMAKER

liz disse...

Exactamente! nÃo estás sózinha, não és a única a passar por momentos destes acredita... como te compreendo... mas só uma coisa que quero dizer além de "força querida"... as lágrimas, o sentir nunca é, fraqueza para encarar os verdadeiros sentimentos e requer sempre muita coragem... fugir ou tentar escapar a ser vulneravel, isso não é ser forte... beijinhos querida, adoro ca vir ler :)

nela disse...

ANA: dificil deve ser ficar parado vendo os outros viverem e não fazermos o mesmo porque se diz que não temos coragem...isso sim, é dificil... mas em cada um há força...e a essa força chama-se coragem...coragem de viver quando só nos apetece morrer!...b'jinho

marina disse...

Lágrimas de um guerreiro. Infelizmente neste mundo temos que mostrar coragem até nos momentos em que só nos apetece um carinhito... mas é assim, há que lutar e acreditar sempre nos dias melhores...e não sou a única, sei disso...b'jinhos

Anónimo disse...

"...Ter me rebelado, ter me debatido
Ter me machucado, ter sobrevivido
Ter virado a mesa, ter me conhecido
Ter virado o barco, ter me socorrido
Sem o teu fantasma, sem tua moldura
Sem tuas esporas, sem o teu fascínio
Começar de novo e contar comigo
Vai valer a pena já ter te esquecido..."

Gostei deste post.
Gostei.

Anónimo disse...

Gostava de te conhecer
teus olhos olhar
e neste espaço escrever
o que teu coração mostrar

Tua boca fechada
me faz desejar
fazer dela a entrada
para teu coração conquistar

Tu és linda de encantar
és coragem, és mulher
em ti posso confiar
e em teus braços adormecer

Esse simples sorriso teu
é um sol que brilha
e com ele apareceu
a primeira maravilha

Maravilha deste mundo
e se chama mulher
porque ela no fundo
faz este mundo acontecer

Anónimo disse...

Temos muitas vezes de bater no fundo, fazer uma ferida, para que pouco a pouco um novo ciclo tome lugar. cair é muitas vezes viver... sempre a aprender a ser feliz e positivo. um bem hajas Pedro Duarte

ana marques disse...

Realmente não me admira nada receberes poemas desta forma dedicados a ti...Pois tu és uma excelente pessoa que sabe ouvir o seu amigo...que adora ver e sentir a alegria nos outros.
Obrigada Amiga por me deixares fazer parte da tua vida.

Beijos na doce magia da Amizade.

maria josé disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
luis disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
paula disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Melody disse...

Tudo o que disseste,minha querida amiga,o digo eu de Ti.
Beijinhos mil