segunda-feira, 8 de junho de 2009

MÊS DE SALTAR Á FOGUEIRA



Os Lisboetas adoram festas, tradição e sardinhas. Que melhor altura do ano para juntar todas estas vertentes senão em Junho?
Junho é por eleição o mês dos Santos Populares, não só em Lisboa, mas um pouco por todo o país.
Santo António, é o santo padroeiro de Lisboa. Nesta altura, juntam-se os pedidos para se encontrar a "cara-metade", de cada um assim para um casamento abençoado por Santo António com o cheiro das sardinhas grelhadas e do manjerico e com as famosas marchas populares dos balões coloridos e músicas festivas.
Entre os anos cinquenta e sessenta a tradição de Santo António, conhecida como "Noivas de Santo António", foi patrocinada pelo Diário Popular e por comerciantes locais. Nos anos noventa, a Câmara Municipal de Lisboa deu de novo início a esta tradição, patrocinando casais de Lisboa e juntando-os num momento que será único e especial para toda a vida.




Existe um jogo tradicional engraçado que se faz na véspera do dia de Santo António,( no dia 13 de Junho): encha um pequeno alguidar com água e escreva em papelinhos o nome daqueles que gostaria, ou pensa que seriam, os seus parceiros ideais. Enrole-os como se fossem rifas e ponha-os no alguidar, colocando-o debaixo da cama. No dia seguinte, o papel que estiver mais aberto revela-lhe o nome da sua "cara-metade"! Não acredita? Eu também não, mas… Bem, experimente. De qualquer maneira não tem nada a perder e sempre se pode divertir! Sempre acreditei que devemos deixar livres tudo aquilo que amamos, se voltar é porque foi nosso, se não voltar é porque nunca as tivemos.

Sexta-Feira, como boa alfacinha que sou, irei com as Anas assistir ao desfile das Marchas na Avenida e torcer pela Marcha de Marvila. Um beijo. Paulita.

4 comentários:

marie disse...

Eu também kero ir!!!...
Bjs.

Inia disse...

Olá minha querida amiga:
Sabes que apesar dessa tua descrença, no jogo do alguidar com os nomes no papel, eu vou mesmo exprimentar e fazê-lo. Apesar de tudo, concordo com o teu ponto de vista, deixar livre aquilo que amamos, se voltar é porque foi nosso, se não voltar é porque nunca o tivemos. Um beijinho amiga e continua assim feliz e alegre.

Rama Lyon disse...

OS SANTINHOS POPULARES

Há fogueiras e cantares
A dar vida à romaria,
São os santos populares
Radiantes de alegria.

Nesta rusga vai entrando
Toda a gente do lugar,
Vamos lá seguir bailando
Noite e dia sem parar.

Santo António traz o menino,
São João o cordeirinho,
O S. Pedro traz o ensino
Para apanhar o peixinho.

O menino sopra a fogueira
O cordeiro vai buscar
A sardinha da traineira
Que S. Pedro foi pescar.

Esta crise mundial
Não afecta o bailarico
Onde o nosso arraial
Ainda cheira a manjerico.

Temos a sardinha assada
A pingar dentro do pão,
E o fogo da noitada
Aquecendo o coração.

Como é bom a gente ter
Este povo tão valente
Neste mundo a sofrer
Mas cantando alegremente.

Ana disse...

Já passou o dia de por o alguidae debaixo da cama, pronto perdi este oportunidade de saber:-)
Gostei destes belos momentos que passei aqui.:-)
Beijinhos grandes e diverte-te muito